SIGA O MEU BLOG

sábado, 15 de agosto de 2009

Homem utilizará câmera ocular para produção de documentário

da Associated Press, em Bruxelas

Um documentarista está se preparando para trabalhar com uma câmera de vídeo embutida em uma prótese de olho. Seu objetivo é gravar pessoas secretamente para um filme cujo intuito é analisar a expansão global das câmeras de vigilância e segurança.
O cineasta canadense Rob Spence machucou um de seus olhos na infância em uma brincadeira, e o removeu há três anos. O equipamento desenvolvido por ele consiste em uma câmera (originalmente concebida para procedimentos médicos), uma bateria e um transmissor via conexão wireless. Para fazer a engenhoca funcionar, ele teve a ajuda do engenheiro Steve Mann, cofundador do grupo de pesquisa em computadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos EUA.

Ele espera que o equipamento também registre o movimento dos músculos no olho mecânico, assim como acontece com um olho normal. Fã assumido de "O Homem de Seis Milhões de Dólares" --popular seriado dos anos 1970, que narra a vida de um homem metade humano, metade robô--, Spence afirma que ele teve uma "epifania" quando usou a câmera do seu celular e realizou uma pequena adaptação na órbita do olho que faltava.
Spence disse que a intenção é ser uma "máquina de vigilância humana", para explorar o "fim da privacidade", e mostrar às pessoas que elas vivem "sonâmbulas dentro de uma sociedade orwelliana [referência ao escritor britânico George Orwell (1903-1950), autor do livro "1984", no qual a sociedade é totalitária e vigiada]."
A câmera ocular, fornecida pela fabricante de microcâmeras Omnivision, "pode ser um sucesso, e pode acelerar a pesquisa para restauração da visão de pessoas cegas", afirma o gerente de produtos da empresa, Zafer Zamboglu.
No final do ano passado, a artista norte-americana Tanya Vlach, que perdeu um olho em um acidente de carro em 2005, desafiou cientistas a criarem uma câmera que possa ser integrada à sua prótese, para gravar tudo o que mirar.
FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u533113.shtml
FOTO: Virginia Mayo/AP

Nenhum comentário: