SIGA O MEU BLOG

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

BUM! (Mineiro Matheus)

BUM!

Bum!
Bum!-
E bumba o povo.

No terreiro de cimento;
Bum! balas bombas bolsas contas filas fomes desvios injustiças...


Cuidado!
(não) agache!/levante
(não) corra!/ande
(não) esconda!/encontre-se
Dança!dança! Mais não se canse.


Matracas e zabumbas tangem
O silêncio,esperando o momento.
Zombações, são digeridas na tripa do boi.


O boi suporta
O povo suporta
Dançam!
Cuidado!
Dançam!


Lutem!
Mais não se cansem.
A esperança escorre pelo lombo.


*Mineiro Matheus é membro correspondente da Academia Brasileira de Poesia-Casa de Raul de Leoni-
Reside em Petrópolis/Rj

Um comentário:

Anônimo disse...

BOA.FORTE.CRIAÇÃO E RITMO ,FORTES.