SIGA O MEU BLOG

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

UM DIA TE CONHECI...PORTUGAL! (Mercêdes Pordeus)

Há quem te chame de pequenino...Portugal.
Percorri teus cantos, conheci teus recantos,
Por tuas ruas, cidades, freguesias eu andei
Então,eu me deslumbrei com teus encantos.

Em ti, literalmente, o amor descobri...Portugal.
Encontrei em ti, visualizei uma beleza sem igual
Dessas terras lusitanas, encontrei amor paternal
E mais uma vez, teus encantos me encantaram.

Em ti, divagando nas tuas ruas, encontrei a paz
Paz, que flui naturalmente de ti e que nos apraz.
Conhecer-te, foi como descobrir um belo reino,
Um reino encantado, pré-moldado por um oleiro.

Terra de desbravadores, grandes empreendedores
De datas longínquas, a herança dos descobridores.
Povo destemido, sua visão projetada para o futuro
Que ainda hoje com grande brio e fama conservas.

Lisboa, Algarve, Mafra, Santarém, Belmonte, Viseu.
Teus monumentos preservas como grandes tesouros,
E com razão, pois para ti significam o mais puro ouro,
Bem sabes de sua importância para tempo vindouro.

Infante D. Henrique, Vasco da Gama,Álvares Cabral,
Naus lusitanas, caravelas tantos mares percorreram,
Por mares nunca dantes navegados...disse Camões
Nos oceanos se lançaram, assim terras descobriram.

Sabes, Portugal...tens sob tua guarda grande riqueza
Adquiridas ao longo do tempo realizando suas proezas,
Intrépidos descobridores, de tantas naturais belezas
Conservas no berço o sonho embalado sem incertezas.

Portugal, assim como o Brasil, sonhaste com a liberdade
Perseguiste-a com garra e a demonstraste na tua altivez
Lutaste, povo bravio, e a conseguiste com tua intrepidez
Saíste de um regime salazarista, e a opressão se desfez.

Através dos fados, por escuras vielas, cantas tua história,
Passei por tuas ruas e cidades, engraçado...hospedeiras,
Tão hospitaleiras, que nem sequer me senti estrangeira.
Pudera, és minha origem, querida terra lusíada e altaneira.


*Mercêdes Pordeus é poetisa
Recife/Brasil

Um comentário:

MEUS RABISCOS disse...

Olá Carlos, tudo bem amigo.
Tenho estado ausente, e quero lhe agradecer pelo carinho.
Um grande abraço
Mercedes Pordeus