SIGA O MEU BLOG

terça-feira, 2 de março de 2010

QUANDO PENSAR INCOMODA (Antônio Francisco Cãndido)



 Comumente é amplamente cômodo e viável para as pessoas em geral, sermos obedientes, educados e nada questionarmos. Aplicando essa linha de raciocínio à cultura, ao esporte, à religião e principalmente à política, convenhamos: Pensar e questionar é altamente incômodo? 

Determinadas regras, conceitos e segmentos nos foram passados e para muitos assim necessita continuar sendo, seja por interesse próprio, de grupos factóides ou mesmo por conveniência. É  natural uma pessoa que tenha o hábito da leitura ser mais questionadora, conhecedora dos fatos (não a dona da verdade), ter um vocabulário mais rico e abrangente e discordar de determinados fatos ou histórias que  surgem e querer explicações mais lógicas e inerentes aos fatos ocorridos, pois simples explicações e tentativas de tapar o sol com a peneira como dizemos na linguagem popular, não sana as dúvidas dos mesmos.  

Vivemos em uma sociedade globalizada, onde compramos muitas vezes o que nos oferecem e não o que realmente queremos e necessitamos. Os Meios de Comunicação Social (MCS), exceções à parte, ditam as regras e obedecemos como se tudo fosse ou estivesse um mar de rosas, quando a realidade é ampla e completamente diferente do que oficialmente prega-se, assiste-se ou temos contato no dia-a dia. 

Caso você participe de uma associação, um movimento social ou trabalhe seja no serviço público ou privado e começa a notar inadequações relativas ao ambiente, pode acreditar: Você será uma pedra no sapato de muitos e ficarão de olho em você. Pensar incomoda. Questionar então nem é bom falarmos!  

Ao falar em obediência e educação, não disse que tenhamos ou devamos agir pela emoção, o que é explicável em determinadas situações, pois como seres humanos temos emoções e sentimentos. Quanto a educação não é sermos arredios e agressivos a valores de fino trato com o próximo, a família e a sociedade em geral. 

Refiro-me a questionarmos verdades impostas, valores ditados e propagandas maquiadas, como se condissessem com a realidade nua e crua e nada tentamos fazer para mudar tais conceitos. Atitudes simples, modestas e honestas podem levantar e quebrar enormes tabus e trazer a realidade e a verdade onde lhes é cabível. 

Nem tudo que reluz é ouro e nem tudo que vemos e ouvimos é digno de crédito. Um detalhe simples e humilde é respeitarmos, todavia, o outro é acreditarmos. Cabe a cada um o direito de acreditar e mesmo questionar. 

As aparências enganam dizia o saudoso Papa João XXIII e quem vive apenas de aparências quando cair à realidade pode ser que venha a sofrer uma profunda e angustiante decepção. O tempo é o senhor da razão.   

*Antônio Francisco Cândido
Funcionário Público Lotado em Pouso Alegre
 e-mail: candidok1917@yahoo.com.br 

Esse texto fo publicado no site:
http://www.jornaldacidadeonline.com.br/listagem_artigos.aspx?cod=38


  

Um comentário:

Anônimo disse...

parabens pelo blog...
Na musica country VIRGINIA DE MAURO a LULLY de BETO CARRERO vem fazendo o maior sucesso com seu CD MUNDO ENCANTADO em homenagem ao Parque Temático em PENHA/SC. Asssistam no YOUTUBE sessão TRAPINHASTUBE, musicas como: CAVALEIRO DA VITÓRIA, MEU PADRINHO BETO CARRERO, ENTRE OUTRAS...
é o sonho eterno de BETO CARRERO e a mão de DEUS.