SIGA O MEU BLOG

segunda-feira, 17 de maio de 2010

AMO VC, amo vc, amo vc... (Lucia Miranda)


Amo vc, amo vc, amo vc
E também adoro
E adoro tanto quanto
Eu amo
Ou..., amo tanto quanto
Eu adoro?!

O quê me dirá, Deus, disso
Se tanto amar e adorar
Veemente assim, enfim
Só à Ele
e por Ele

E porque Ele, só Ele
deve ter meu amor
minha adoração
meu querer
Sem que eu saiba, exatamente
a lógica real de tal porquê????

Não é justo!

E que mal faz
Se me apraz, apenas
Amar vc
E ficar desse jeito, à toa, rindo, de bobeira
Caindo pelas estribeiras
Porque amo tanto quanto

Adoro e quiçá imploro que
Ele me perdoe,
Não é tão sabido, comentado e verdadeiro
Que sentimentos intensos, quase únicos e derradeiros
São também a Sua
Presença constante
Onipotente, marcante

E eu assim delirante, porque amo tanto sei
Que Ele criou a mim
E logicamente,
Criou a vc
Para que eu possa
Sem nenhum pudor
Imersa e inteira em frenético calor

(Minha nossa!!!)

Só amar amar amar vc
E ainda não sabendo, querendo
Saber, se amo mais, amo, amo, amo
Ou se adoro, adoro, adoro vc

Todavia, não importa
O que Ele vai dizer
Ontem, ano passado, na outra semana
Ou, agora

Afinal é verdade, só a mais pura e simples verdade
Que eu amo tanto vc
Quanto vc me ama, me adora

E nada mais vem ao caso
Mesmo que lá no espaço
Ele nos olhe e se pergunte
Afinal, qual é a causa
De tal porquê

*Lucia Miranda é psicóloga e poetisa

FOTO:

2 comentários:

Graça Pereira disse...

Adorei este poema...lindo..simples e significativo...Tenho a certeza que Deus lá do Céu há-de dizer: "Amai-vos, é o meu mandamento"
Beijos
Graça

ritadecassia disse...

Gostei dos escritos aí registrados. Gostei do site. Caro Carlos Roberto, preparei uma pequena biografia, como você sugeriu no seu comentário, no Piagui. Como devo enviá-la?
Rita de Cássia Amorim Andrade
ramorimandrade@bol.com.br
www.ritissima.com.br