SIGA O MEU BLOG

segunda-feira, 10 de maio de 2010

PARA A MÃE ÁFRICA (Eu me rebatizo) (Samuel Congo da Costa)

(Em memória a Miguel M. da Costa)

Ao som dos tambores...
Para o povo que sofre...
Para arte profana...
Eu me rebatizo

Vou me rebatizar
Para ti Oh Mãe África
Dos ridículos da vida

Volto para ti
Para a Mãe África
Para o povo que sofre

Volto para ti...
Para música profana
Com todo o rigor

Eu me rebatizo
Para toda a música profana
Do batuque...

Dança a música profana
O batuque...
Para toda a música profana
Volto para ti

Oh mãe África...

*Samuel Congo da Costa é poeta

Um comentário:

literariarevista@gmail.com disse...

prezada ,
Sou editora da revista Literacia, e gostaria d publicar Samuel Congo da Costa, em nossa seção Novos Talentos.
Por favor, como faço para entrar em contato com o mesmo?
Obrigada,anamerij
Meu email:
literariarevista@gmail.com