SIGA O MEU BLOG

quarta-feira, 30 de junho de 2010

ANOS 80, A DÉCADA PERDIDA? (Rodrigo Lee)

  
Os economistas e outros pseudo-pensadores disseram durante muito tempo que os anos 80 foram a década perdida. Perdida em que sentido?
   
Na moda a ambigüidade mostrava sua cara, provavelmente impulsionada pela abertura democrática. Não consigo ver tal ambigüidade de maneira negativa excetuando talvez os costumes da mesma. A verdade é que tal movimento expunha peças esportivas de lycra e moletom em cores alegres e divertidas e em outros momentos a moda era ousada e sensual. 

Estilistas que se destacaram na época são referencia na moda até os dias de hoje e provavelmente serão durante muitas décadas posteriores a que vivemos. Só pra citar alguns: Jean Paul Gaultier, Christian Lacroix, Karl Lagerfeld, Giorgio Armani, além dos orientais Yohji Yamamoto e Rei Kawakubo que optavam pela simplicidade destoando um pouco de alguns exageros dos ocidentais. ‘Década perdida?’ hahaha
   
Nos esportes tínhamos os melhores jogadores de futebol do mundo (Zico, Sócrates, Falcão, Cerezo). Nossa seleção não levou nenhuma copa, apesar de dar espetáculo. No entanto Grêmio e Flamengo foram campeões mundial-interclubes. No vôlei, tanto masculino quanto feminino, o Brasil se destacou em mundiais e olimpíadas. 

No basquete masculino e feminino éramos referencia sul-americana com Oscar, Marcel, Hortência e Paula. No atletismo tínhamos Joaquim Cruz e Zequinha Barbosa. Lá fora outros esportistas brasileiros são lembrados e seguidos pelos atuais como ídolos eternos. ‘Década perdida?’ hahaha
   
Na música brasileira houve um providencial rompimento com aquela música adulta-deprê e castrativa de medalhões baianos e cariocas. Algumas bandas chegaram metendo o pé na porta falando de amor, sexo, diversão e outras normalidades cotidianas com uma linguagem mais abrangente e nada elitista. 

A Blitz e o Kid Abelha falavam de amor com leveza. Dr. Silvana, Ultraje a Rigor, Léo Jaime e Eletrodomésticos falavam de sexo com humor. Legião Urbana, Capital Inicial, Titãs e Lobão falavam de política, policia e drogas sem medo de uma falsa auto-indulgência e sem o pretenso “cabecismo” de outrora. Isso tudo era direcionado principalmente para adolescentes que até então tinham que se contentar com as bandas filhas do Clube da Esquina, do Tropicalismo e da Vanguarda Paulista: 14 Bis, A Cor do Som e Joelho de Porco respectivamente. 

Outros nomes fizeram a cabeça da juventude da época como: Gang 90, Barão Vermelho, Ritchie, Lulu Santos, Paralamas do Sucesso, Ira!, Metrô e RPM. Esse último transformou o Brasil em um quintal próprio. Se divertiram de norte a sul em shows concorridos e invariavelmente lotados. O seu segundo disco, ‘Rádio Pirata - Ao Vivo’ vendeu mais que os até então “inalcansáveis” Roberto Carlos e Xuxa(!). ‘Década perdida?’ hahaha  
     
Na música mundial surgiram os reis e príncipes do pop que estão até hoje segurando o cetro devido à falta de criatividade, inventividade e capacidade dos músicos e músicas produzidas à partir da década de 90. Madonna é a rainha do pop até os dias atuais. Não me venham falar de Britney Spears, Christina Aguilera, Jennifer Lopez e Beyoncé. 

Elas tentaram, mas a única que esboçou tomar a coroa de Madonna foi Britney. Porém, sua falta de estrutura familiar e emocional não permitiram que a loirinha chegasse aos pés de Madonna que, sim, também nunca teve estrutura financeira e nem familiar, mas foi persistente e acreditou em si mesma como ninguém. Michael Jackson pós-Thriller não conseguiu seguir os mesmos passos de Madonna! É verdade, não agüentou o sucesso e olha que ele também tinha muitos problemas familiares. 

A questão é: porque ela agüentou o tranco e os outros não? Ainda assim, depois de Jackson, Prince e U2 quem mais surgiu nos últimos vinte e cinco anos que possa ter esboçado alguma revolução na musica mundial? Resumindo, hoje não temos um rei do pop vivo, mas rainha, sim. Sexo frágil é??? 

Muitos do sexo forte sucumbiram ao sucesso, Axl Rose, Sebastian Bach,... Sem dizer os que deram cabo da própria vida: Ian Curtis, Kurt Cobain e Michael Hutchence. Quanta coisa significativa aconteceu em dez anos ou pouco mais. ‘Década perdida?’  hahaha

*Rodrigo Lee é músico e crítico musical.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

VOLTA AS AULAS SEM REVOLTA (Autor: Antonio Brás Constante)

Dizem que a grande maioria dos estudantes não gosta da chamada “volta às aulas”. Eu particularmente não lhes tiro a razão. Afinal, depois de passarem alguns meses em deliciosa ociosidade, curtindo praias, festas, viradas de ano e belas mulheres desfilando seus corpos esculturais ou mesmo rapazes fazendo o mesmo para elas, tudo isto embalado em um clima de descontração e alegria, agora se vêem obrigados a voltar a estudar (“para garantir seus futuros” é o que ouvem). Quem consegue manter o bom humor em uma situação dessas?

De uma hora para outra os jovens (de toda e qualquer idade), são tirados do paraíso e jogados novamente no mundo das normas, tendo que trocar as roupas de praia por uniformes, as noites de festas por madrugadas de estudos, os filmes, barzinhos e baladas, por provas, testes e aquelas matérias que insistem em não entrar em suas cabeças.

Realmente se pararmos para pensar, não dá para querer ouvir gritos de felicidade dizendo: “Até que enfim as aulas voltaram. Viva a geometria analítica!”. Ou “Adoro álgebra, cálculo diferencial e amo a fórmula de Bhaskara, de tal forma que cheguei a tatuá-la em meu braço!” (daí eu tirei zero porque a professora achou que eu estava colando).

Na realidade, o mundo em que vivemos é regido por regras e padrões, onde aprender faz parte do jogo. Aliás, se analisarmos bem, as aulas são uma espécie de jogo, em que os participantes podem vencer (sendo aprovados), ou perder e ter que repetir o ano.

Se os estudantes resolverem mergulhar nesta competição e encararem a escola como um desafio, demonstrando que eles são inteligentes o suficiente para superarem suas fases (digo, seus semestres), poderão assim demonstrar o seu valor (pois querendo ou não, somos uma marca que é forjada a partir da escola para alimentar um monstro chamado de mercado de trabalho). Superar limites na vida real traz recompensas bem maiores e melhores do que superar os desafios que possam existir em qualquer tipo de game, e ainda temos o bônus de poder aprender muitas coisas interessantes, mesmo que tenhamos de nos sujeitar a “aprender” também muita coisa inútil.

Sem falar que o mundo estudantil é ótimo lugar para se fazer amigos, paquerar e ficar por dentro de tudo que diz respeito ao universo jovem – só peço que fiquem longe das drogas, porque se fosse para fazer coisas burras como se drogar, não haveria necessidade de se estudar, não é?

Sei que muitos dos ídolos que andam por aí ganhando milhões, não têm muito estudo. Mas se pensarmos que de cada dez pessoas que estudam, uma grande parcela delas consegue emprego (inclusive bons empregos), enquanto os milhares de outros indivíduos que não estudam, passando o dia jogando o seu precioso tempo fora, acabam sem emprego, sem futuro e na miséria, vou deixar para vocês a analise de qual caminho escolher. Mas pensem bem, pois na escola quando erramos podemos tentar novamente, porém, na vida nem sempre temos outra chance.

NOTA DO AUTOR: Os amantes da leitura agora dispõem de um excelente portal chamado: www.skoob.com.br, funciona como uma rede social (tipo orkut), mas com ferramentas de leitura, tipo: Estante virtual para cadastrar seus livros, histórico de leitura, resenhas, etc. Quem quiser participar vai encontrar por lá o meu singelo livro “Hoje é seu aniversário”, não esqueçam de adicioná-lo em suas estantes, ok?
Quem quiser também pode me pedir uma cópia em PDF do livro, ou para fazer parte de minha lista de leitores, que recebem semanalmente meus textos, para isso basta enviar um e-mail para:abrasc@terra.com.br.

SOBRE O AUTOR: Antonio Brás Constante se define como um eterno aprendiz de escritor, amigo e amante da musa inspiração. Lançou recentemente o livro: “Hoje é seu aniversário – PREPARE-SE”, disponível pela editora AGE (www.editoraage.com.br).

ULTIMA DICA: Divulgue este texto aos seus amigos (vale tudo, o blog da titia, o orkut do cunhado, o MSN do vizinho, o importante é espalhar cada texto como sementes ao vento). Mas, caso não goste, tenha o prazer de divulgá-lo aos seus inimigos (entenda-se como inimigo, todo e qualquer desafeto ou chato que por ventura faça parte de um pedaço de sua vida ou tente fazer sua vida em pedaços).


segunda-feira, 21 de junho de 2010

Alguém, por favor, me diga se isto é real. Não estou acreditando...

BRASIL !  ...ZIL !  ....ZIL !
Programa Bolsa-Marginal ?




Você sabia que todo presidiário com filhos tem uma bolsa  para sustentar a família, dado pelo INSS, pois o coitadinho não pode trabalhar para sustentar os filhos pois está preso?

Chama-se "Auxílio-reclusão" e, pasmem... quem for preso a partir de 01/12/2009, receberá R$ 752,12 (SETECENTOS E CINQUENTA E DOIS REAIS E DOZE CENTAVOS) mas, quanto está o salário mínimo mesmo, para aqueles que trabalham honestamente????




O valor do auxílio-reclusão corresponde ao equivalente a 100% do salário-de-benefício 

PERÍODO                           SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO TOMADO EM SEU VALOR MENSAL



De 1º/6/2003 a 31/4/2004     R$ 560,81 - Portaria nº 727, de 30/5/2003
De 1º/5/2004 a 30/4/2005     R$ 586,19 - Portaria nº 479, de 7/5/2004
De 1º/5/2005 a 31/3/2006     R$ 623,44 - Portaria nº 822, de 11/5/2005
De 1º/4/2006 a 31/3/2007     R$ 654,61 - Portaria nº 119, de 18/4/2006
De 1º/4/2007 a 29/2/2008     R$ 676,27 - Portaria nº 142, de 11/4/2007
De 1º/3/2008 a 31/1/2009     R$ 710,08 – Portaria nº 77, de 11/3/2008



A partir de 1º/2/2009            R$ 752,12 – Portaria nº 48, de 12/2/2009

O salário-de-benefício corresponde à média dos 80% do maior  salários-de-contribuição do período contributivo, a contar de julho de 1994.  




Para o segurado especial (trabalhador rural), o valor do auxílio-reclusão será de um salário-mínimo, se o mesmo não contribuiu facultativamente..

É real!!!! Se você quiser tire a dúvida neste "site" :



   

Pergunta que não quer calar 1:



Por acaso os filhos do sujeito que foi morto pelo coitadinho que está preso recebem uma bolsa para seu sustento?



Pergunta que não quer calar 2:



Já viu algum defensor dos Direitos Humanos defendendo esta bolsa para os filhos das vítimas?

Pergunta que não quer calar 3:
Quem foi mesmo o candidato que mereceu o seu voto? Não lembra...? Lamentável.
É por isso que a criminalidade não diminui, mate, assalte, roube seja injusto com a sociedade. Pelo visto é muito mais vantajoso pois, você terá dinheiro preso ou não...
Garanta já a sua Bolsa - Bandido...!
E depois o Lula vem dizer que o INSS não tem dinheiro para pagar o reajuste justo aos aposentados...!!!!
Sabe quem está financiando esta regalia do Bolsa Bandido ? Nós, com os impostos e contribuições!  
DIVULGUE PARA TODOS SEUS CONTATOS, MESMOS ÀQUELES QUE ESTÃO NA ATIVA, POIS ELES SERÃO OS APOSENTADOS DE AMANHÃ


*Enviado por Cláudio
im.assistec@uol.com.br

sexta-feira, 18 de junho de 2010

TODAS AS NOITES... (Boriana Frances)

Todas as noites
Eu entro na ponta dos pés
No vosso quarto
Para dar o meu último beijo
E pedir a Deus que vos proteja…


Todas as noites
Ao acariciar os vossos rostos
Arrumando os cobertores das camas
Eu mando-vos todo o meu amor
E sei que vocês o sentem no sono…


Todas as noites
No silêncio da escuridão,
Eu ofereço-vos o brilho da lua
E quieta na minha solidão de mãe
Peço que me perdoem…
Filhos meus…


* Boriana Frances (foto) é poetisa, nascida na Bulgária

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Convite


O GRUPO MUNDO orgulhosamente estará se apresentando no dia 25/06/2010 no SESC Venda Nova em Belo Horizonte as 19:00 horas. Quem estiver passando pela nossa capital não pode perder o espetáculo pãofogehomemmigracadêlei?.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

MONTANHA RUSSA (Banda)


Para aqueles que acreditavam que o rock brasileiro morreu, um recado: a banda Montanha Russa chegou, e está provando  o contrário.

Um ano após o lançamento do disco de estréia “MONTANHA RUSSA”, assinado pelo renomado produtor musical Marcelo Sussekind, a banda tem motivo de sobra para comemorar. Participou de diversos programas de TV como “Bem Amigos”; “Vídeo Show”; “Zona de Impacto”; “Atitude.com”; “Olga Bongiovanni” e “Garagem do Faustao”. Teve dois singles “ME DA UM BEIJO” e “TARDE DE VERAO” emplacados nas principais rádios.

Esta indo para 2010 já com sucesso garantido nos principais canais relacionados a musica. A banda já contabiliza mais de 100 shows, passando pelas principais casas do RJ, SP e por todo o interior do RJ, tendo participado  de grandes Festivais como o Canta Rio Sul que abrange todo Sul Fluminense, e o Festival Super Verão, que conta com o apoio de uma grande radio.

Os clipes da MONTANHA RUSSA tem muitos acessos na internet, tanto no youtube como no myspace que contabiliza  grandes execuções diárias. O Twitter da banda  conta com grande numero de seguidores, o que torna a MONTANHA RUSSA um sucesso na internet.

Os fãs da banda já podem aguardar pelo segundo álbum que devera sair em meados de 2010.

Formada por Largado (voz), Ruivo (guitarra), Thiago (baixo) e André (bateria), jovens cariocas, moradores da zona sul da cidade, traz em sua música muita personalidade, diversão e ironia. Nas musicas, a banda conta tanto com rocks com pegadas precisas de guitarra, baixo e bateria, assim como belas baladas com excelentes arranjos vocais e de violão.

O sucesso da banda cresce e se consolida a cada dia. Sua grande marca são as apresentações ao vivo, destacadas pela forte “presença de palco” frente ao público composto, em geral, por meninas. 

O som da Montanha Russa é alto astral, de muitor bom humor e de bem com a vida. É pura festa! Agora é sua vez de embarcar nesse som, porque o parque de diversões está aberto, e já coleciona fãs.


LINKS:

quarta-feira, 9 de junho de 2010

ROQUE TARUGO

ROQUE TARUGO, nasceu em Santo Antônio de Jesus Bahia em 30 de Agosto de 1955. 

Negro, operário metalúrgico, comunista, Poeta, Bacharel em Direito, Filosofia, Teologia, Extensão em Economia do Trabalho, Ciências Políticas. Autor do livro FLORES NÃO MORTAS, sua primeira obra literária em Março de 2001.




Foto e Fonte:(Espaço Livre Blog Cultural) http://blogcomfabi.blogspot.com 

O BALÉ SEDUTOR (Prof. Rita Alonso)










Certa vez ouvi uma história muito interessante sobre um sujeito que passava sempre por uma rua com uma vila de casas a caminho do trabalho. 


E nesta mesma rua, à tardinha, quando ele retornava para casa olhou para dentro de uma das casas e lá no fundo viu a silhueta de uma jovem que parecia fazer um balé com tal suavidade e leveza que o encantou profundamente. Ao lado uma professora que lhe corrigia o bailado.


A dança fascinante se repetia por todas as tardes à mesma hora e o rapaz ficava cada vez mais impressionado e atraído, a ponto de aguardar ansiosamente as tardes da semana só para assistir aqueles pequenos segundos de balé de braços sedutores e oníricos que tanto o seduzia… 

Mesmo que por poucos segundos eram braços que balançavam no ar como Durga, a deusa indiana de muitos braços se agitando no ar como a dizer: -Venha, venha, venha para mim…

Uma cortina fina e branca na janela atrapalhava sua plena visão da jovem, impossibilitando que conhecesse a face da juvenil dançarina. 


Mas era preciso conhecê-la, pois se sentia totalmente atraído e apaixonado. Era preciso abrir-lhe o coração e contar sobre seu amor verdadeiro.


Fantasiou o dia que entraria a primeira vez por aquela porta, sentaria naquele sofá da sala logo atrás da cortina aguardando os pais da moça para finalmente pedi-la em casamento.

Alguns meses depois um amigo foi visitar-lhe e o rapaz sentiu enorme vontade de dividir com ele aquele segredo que não mais cabia em seu coração.

Esperou a hora mais conveniente, que foi após o jantar. Pegou o colega pelo braço e começou contando-lhe que finalmente conhecera o amor. 
Que ainda platônico e cheio de receios e medos pensava num modo de aproximar-se de sua bailarina que desconhecia ser comprometida ou não.

 Levou o companheiro até em frente à casa da amada e ao contar-lhe a história, entre constrangimento e decepção, quase não acreditou na sonora gargalhada que ouviu do amigo:

-Você está louco rapaz, aí é a casa da minha tia. Ela é costureira e o que você vê todas as tardes não passa de um manequim.

Muita gente vive desta forma: fantasiando e enfeitando a realidade. 


E perde-se o ponto do que é realidade e o que é fantasia. Talvez porque criar um mundo irreal seja muito mais bonito e perfeito daquele que se tem.


E vai se vivendo pela vida a fora entre este dois mundos. Entre o real e o irreal.

Lembrei-me de uma frase que li não sei exatamente onde mas que dizia assim: 


Fantasiar é da nossa natuza, compartilhar é um delicioso ato de coragem e transformá-las em realidade não é para desavisados!


Prof. Rita Alonso é escritora

segunda-feira, 7 de junho de 2010

XLV FESTA DOS DESTAQUES DO ANO (Troféu Carlos Drummond de Andrade) Itabira (MG)



Dia 5 de junho de 2010 foi realizada a XLV FESTA DOS DESTAQUES DO ANO, organizada pelo jornalista e promotor de eventos, Eustáquio Félix.

A cerimônia contou com a presença das autoridades locais e cobertura da imprensa.


Há 45 anos, Eustáquio Félix vem homenageando com TROFÉU CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE, aqueles que se destacaram em diversos setores profissionais e sociais do País, nas Minas Gerais e em Itabira.


Entre os homenageados estavam os machadenses: Carlos Roberto de Souza (poeta e editor do Fanzine Episódio Cultural e do Jornal Ciclone) e José Carlos (promotor cultural e organizador do Concurso Beleza Negra de Machado-MG).

CONTATOS:
eustaquiofelix@gmail.com

OBS:
1° FOTO: Zé Carlos (promotor cultural), ao lado de Eustáquio Felix
2° FOTO: Carlos Roberto de Souza (poeta/editor)