SIGA O MEU BLOG

quarta-feira, 25 de maio de 2011

POVO APÁTICO

Hoje em dia as pessoas estão cada vez mais apáticas em relação aos acontecimentos a sua volta. Pensam que nada vai resolver, não têm mais esperança de mudar algo no mundo. Realmente é muito difícil fazermos alguma real diferença, porém, não podemos deixar de fazer o que está ao nosso alcance para tentarmos melhorar algo. 



O que acontece com as pessoas (principalmente no Brasil) é que com a descrença de uma melhora geral (social, financeira, política) e a falta de incentivo por meio da educação, pois somos criados - não só em casa como na escola - para ficarmos calados, "que não vale a pena arrumar confusão", "não vai resolver", "não adianta"; se você é a pessoa que "burla" essa regra do silêncio, você é chato, malcriado, "bocudo", enfim você tem que concordar, ou fingir que concorda e assim você está domesticado, controlado. 

Não que as pessoas tenham que ser literalmente descontroladas, mas estou chamando a atenção sobre o fato de que somos domesticados (corpo e mente) desde pequenos, sim, quando vamos para a escola. Observem ou lembrem da estrutura: grades, portões fechados,horário e obedeçam! Porque se você discordar você vai pra diretoria, por exemplo.

É interessante para o governo de que você seja passivo, controlado, domesticado para que você não atrapalhe os seus planos , não questione e concorde com todos os absurdos que fazem. Por isso que não investem em educação, porque povo educado dá trabalho de domesticar...

Aulas que fazem pensar e refletir sobre o mundo a sua volta como sociologia, história, geopolítica, artes, filosofia não têm tanto peso, demoraram para serem implantadas e não são valorizadas.

A mídia, por exemplo faz isso muito bem: valorizar coisas fúteis, manter o povo ocupado e distraído enquanto o governo rouba milhões todos os dias. É importante que nos posicionemos em relação a isso, sendo educadores ou não, que pensemos sobre essa questão. 

A minha intenção não é simplesmente criticar isso, mas fazer refletir sobre o assunto, para que quem leia pense e repense e se chegar a alguma conclusão, comente...

Enfim, é preciso refletir sobre o que vemos à nossa volta. 

Jessica Rafael Machado

jessymachado@globomail.com

Nenhum comentário: