SIGA O MEU BLOG

quarta-feira, 29 de junho de 2011

QUANDO OS FILHOS CRESCEM (Valléria Gurgel)

Quando os filhos crescem
nada mais nos incomoda
Só a dor da solidão.

A vida adormece.Brinquedos outrora espalhados pelo chão
Estão no canto do armário
Parecendo um relicário
Objetos sem razão.

Quando os filhos crescem
A casa se torna grande
Como a recordação,
Lembranças infindas
De um tempo que foi lindo
Que embora sorrindo
Lágrimas agora vão acaindo
O passado não volta...

Quando os filhos crescem
é sinal de dever cumprido
Vitória, satisfação;
É saudade n coração!

* Valleria Gurgel
valleriagurgel@yahoo.com.br

3 comentários:

Thereza de Lima disse...

Lindo poema, cheio de saudade e verdade. Quando os filhos crescem e vão embora, o ninho fica vazio.

Carla Canella disse...

Um poeta lança seu olhar sobre o mundo, um olhar manso, compreensivo,e, neste instânte mudo,o enche de felicidade, que generosamente divide através de suas palavras.
Obrigada por sua visita e pelo comentário. Carla Canella

Eneida disse...

Muito bonito!
Gostei mesmo!
Abraço!
http://tengacreencia.blogspot.com