SIGA O MEU BLOG

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

ENTRISTEÇO-ME (Vânia Fraga)

Entristeço-Me Por Ver Do Lobo A Vitória,
E Da Caça Que Em Suas Unhas Acabou A História!!!

Pela Lágrima Da Mãe Tão Sofrida,
Vendo O Filho Entregue A Vida!!!

Por Um Pobre Levar Tão Longe O Andor,
Mendigando Ao Santo Por Sua Dor!!!

Pelas Crianças, Trocarem Seus Corpos, Nem Moldados,
Pelos Trocados, Dos Desgraçados Agraciados!!!
Pela Mão Do Dito Cidadão,
Tecendo Para Si A Destruição!!!
Pelas Lembranças Do Punhal,
A Rasgar-Me Com Uma Fúria Mortal!!!
Por Tantos Gritos Entalados,
Por Cada Ser No Fogo Ter Seu Fruto Lançado!!!

Entristeço-Me Em Pensar,
Que Pode Tempo Nenhum Me Restar!!!
Que Mais Uma Fonte A Qualquer Segundo,
Não Fará Mais Parte Desse Nosso Mundo!!!
Que A Chama Que Incandesce Vida Eterna,
Não Passa De Uma Fagulha... Tentada A Sair Da Caverna!!!
Pelas Dores Dos Espinhos Na Testa,
Em Prol De Tanta Gente Que Não Presta!!!

Por Esse Lindo Firmamento,
Que Pode Se Rasgar A Qualquer Momento,

Por Todos Os Filhos Desgarrados,
Pelos Homens Vivos Seus Nomes Enterrados!!!

Contatos: pequena_van@live.com

Um comentário:

Cristina Bonetti disse...

Realmente, são situações muito tristes!