SIGA O MEU BLOG

segunda-feira, 18 de março de 2013

POEMA MEU (Elaine Guedes)

Olho as marcas no assoalho
E meu vestido na cadeira escorrega
porque nunca ninguém em volta?
Porque nunca muitos barulhos e risadas?
Porque eu e meu silêncio profundo ainda de mãos dadas
Voos, vôos,  voos me aguardam amanhã sempre e sempre
Não vou cortar os pulsos a não ser para ver a cor acordar com a cor

E pintar um quadro vivo 

(Elaine Guedes)

Lançamento do livro POEMAS EM CORTES PROFUNDOS
de  Elaine  Guedes E João Ayres


"Achei muito lindo e poderoso. Muito diferente de tudo que eu tenha visto". (Ivan Lins)

Dia 19 de março, terça-feira, às 18hs


Presença DJ Caju Fonseca, música em alta qualidade!

Mem de Sá, 126, Lapa, Rio de Janeiro

Nenhum comentário: