SIGA O MEU BLOG

quarta-feira, 17 de abril de 2013

PERDÃO DE UM ANJO


Perdão de Um Anjo

Quão pequena foste em não me conceber
Tirando-me o direito de te conhecer
Teu útero escuro tive que deixar
Porque me expulsaste? Não pude lutar...

O que eu queria era mesmo nascer
Foste mesquinha, me fizeste morrer
Tu foste mais forte, não pude evitar
Ao tempo que fraca, negaste me amar

Teu mundo é de trevas, total escuridão
Quem te delegou o poder pra matar?
Que Deus te absolva, tenha compaixão

Embora traído não hesito em te amar
Amo-te com pureza, libero o perdão
Renasci como anjo pra te perdoar.

( Beto Aciolo )

Nenhum comentário: