SIGA O MEU BLOG

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Quando Dizem; "EU TE AMO" (Sandro Martthyns)



Quando Dizem; "EU TE AMO"

(Sandro Martthyns)



Bom... Quantas vezes você já ouviu alguém dizer a você, EU TE AMO! sim no sentido mesmo de amar, te querer bem, te querer...? Muitas? Poucas? Nenhuma?
São Apenas três palavrinhas não é? mas se soubéssemos o valor e o peso que elas contêm, certamente quando o 'eu te amo' expresso por alguém em relação a nós deveríamos dar o maior valor possível, pena que damos esse valor geralmente tarde de mais, talvez!

Noooossa, já ouvi muitos 'eu te amo', porque existe o eu te amo que quer dizer eu gosto de você, você é legal... e o EU TE AMO de EU REALMENTE TE AMO Acoooorda! Houve Três pessoas que me disseram 'eu te amo' sabe, no momento eu vi que era verdadeiro, eu acreditei, eu tentei dar o melhor de mim, mas, talvez meu melhor tenha sido mal interpretado, ou realmente não dei valor (mas eu dei, eu sei).
Houve quem me dissesse “eu te amo”, chorando, pra ver se assim eu acordasse e desse valor aqueles simples e tão significativa frase, afinal, quantos sentimentos estar entrelaçados nessa frase? Muitos! mas eu não acordei.
 
Também me disseram “eu te amo”, olho no olho, rente a pele, onde eu vir o nó na garganta da pessoa, sua ânsia não em me fazer acreditar que era verdadeiro pois já estava expresso, e sim em estar ali se expondo de tal forma que jamais tenha feito a outro alguém, ou que jamais conseguirá fazer isso novamente...Mas também, mesmo enxergando a verdade, a realidade eu não Acordei!
Hoje, já se passaram algum tempo que ouvir “eu te amo” dessas pessoas, e hoje essas pessoas me ignoram, e sempre me pego perguntado -Nossa mas não diziam que me amava, eu vi isso, e porque hoje me tratam assim?

E em segundos me vem a resposta: -Porque você merece!
Eu sei realmente mereço tamanha indiferença, fui cruel, machuquei, vacilei... Mas Poxa eu também tinha dito meu primeiro eu te amo a uma pessoa, nunca digo isso, e quando digo faço jus, acreditei nos eu te amo que me disseram sim, mas e o que eu tinha dito a alguém não era mentira eu também amava...
Sei lá, pego-me entre mil duvidas, incertezas, arrependimentos no meu dia-a-dia... Queria ter o amor, dessas pessoas de volta, ou talvez só a presença, sem essa indiferença!

Disseram-me “eu te amo”, nunca vou te abandonar, te deixar sozinho, sempre que precisar estarei com você, não vou deixar ninguém nos separar... Foram só promessas? Sei que não foi, mas é o que parece!
Ótimo, reconheço o grande merecedor disso realmente sou eu, o pior e que meu Orgulho, não vai me fazer voltar atrás, pedir desculpas, me redimir, não vai... Talvez só me reste lamentar, e tirar a lição dos fatos...
Realmente aprendi o significado das palavrinhas mágicas, acho que aprendi um pouco tarde demais, porque é assim mesmo, só damos o merecido valor, depois que perdemos, mas quem sabe a perda seja também um ganho? esdrúxulo não é !?

Hoje com certeza, se alguém disser “eu te amo” novamente com sinceridade saberei sim lidar com isso, fazer jus!

Talvez não amei essas pessoas o tanto que diziam me ama, não por não merecerem, mas por não me deixarem, afinal, Amor não se Ganha, se Conquista!
Apesar de tudo, as entendo-as, quem sabe um dia os ventos soprem a nosso favor e velejemos num oceano mais ímpar, mais a sós... Talvez sim, talvez não...
Enfim, viver e ter a certeza de sermos um eterno aprendiz!


 Sandro Martins, 25 anos, Itabuna Bahia (73) 91220179
martthyns@gmail.com

Um comentário:

marciagrega disse...

Tem gente que diz "eu te amo" como quem bebe um copo de água...Amor é coisa séria e não se deve brincar com este sentimento.

Uma ótima semana!